Claudia Raia fala sobre filme no qual quase transou com cavalo: ‘Foi difícil de fazer’

A atriz protagonizou o longa ‘Matou a Família e Foi ao Cinema’, de 1991, ao lado do até então marido, Alexandre Frota

Foto: Andrea Dematte/ Instagram/ @claudiaraia
Foto: Andrea Dematte/ Instagram/ @claudiaraia

 

A atriz Claudia Raia relembrou um momento crítico da carreira, que beirou o crime de zoofilia.

Em entrevista ao Canal Brasil, a estrela decidiu expôr os bastidores do longa ‘Matou a Família e Foi ao Cinema’, filme de 1991, dirigido por Neville D’Almeida.

“Tinha uma cena minha nua, só com um corpete, que gravamos numa madrugada fria em Teresópolis. Minha personagem tinha quase uma transa com um cavalo, que na verdade era um sonho dela. Em um certo momento, o cavalo deu uma pirada e precisou ser retirado de cena para dar uma espairecida”, contou Claudia.

Segundo a global, apesar do resultado ter saído como esperado e os telespectadores terem adorado, foi um momento delicado. “Mas confesso que é difícil de assistir. Foi difícil de fazer também, é muito forte”.

Claudia protagonizou o longa ao lado do até então marido, Alexandre Frota e passou por outros momentos inusitados, como uma cena na banheira com uma galinha.

“A gente não sabia muito bem o que fazer ali, a galinha quase virando canja e o diretor tinha sumido. Neville correu do set para fazer um tratamento de canal no dentista”, explicou.

Fonte:Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *