Deseja engravidar? Fique atenta à saúde de sua microbiota vaginal

Convidei a nutricionista Lígia Carneiro Moll para esclarecer a importância da saúde íntima feminina.

Mulher com as duas mãos em frente ao órgão sexualReprodução/ FreePik
Muitos já sabem sobre a relevância da microbiota para todo nosso organismo, não apenas para o intestino. Esses grupos microbianos são realmente parte de quase todo o corpo, inclusive da vagina e de todo o sistema reprodutor feminino superior (ovários, trompas e útero).

Convidei a nutricionista Lígia Carneiro Moll para esclarecer a importância da saúde da microbiota vaginal. Expert, ela é especialista em saúde da mulher, fertilidade, emagrecimento e performance esportiva.

Veja a análise de Ligia sobre a relação entre a saúde da vagina e a fertilidade.

Hoje, temos conhecimento de que o sistema reprodutor feminino não é estéril. Ele carrega em si uma microbiota específica, ativa e de fundamental importância para a saúde ginecológica, reprodutiva e também ao bem-estar do bebê, além de apresentar grande influência nas chances de sucesso nos tratamentos de reprodução humana assistida.

Segundo estudos, a vagina de mulheres saudáveis em idade reprodutiva tem uma prevalência de lactobacillus e, em especial, o lactobacillus crispatus.

Esses lactobacillus trabalham incansavelmente, guiados pelo hormônio estrogênio e às custas da degradação de glicogênio, para produção de ácido lático e para conservar o pH deste ambiente ácido (3,5 a 4,9). Funcionam como um obstáculo contra infecções fúngicas, bacterianas, DSTs, infecções urinárias e outros invasores que podem propagar-se não só a vagina, mas dali ascender ao útero e colaborar, por exemplo, para problemas de implantação, doenças inflamatórias pélvicas e até mesmo evoluir para um aborto.

Alerta

Essa desorganização da ecologia vaginal contribui e/ou pode ser um marcador de doença como síndrome do ovário policístico (SOP), endometriose, infertilidade tubária, infertilidade sem causa aparente e é capaz, ao encontrar o espermatozóide, de reduzir fortemente a motilidade, concentração e vitalidade deles.

Sendo assim, se você é tentante e está tendo dificuldade para engravidar, ou você está com dores para ter relações, ou até mesmo está tendo alterações no seu ciclo menstrual e nota alterações no padrão fisiológico da sua secreção vaginal, procure um especialista no assunto, pois esta microbiota pode estar em desequilíbrio e precisa ser modulada.

Para mais informações, acesse o Instagram de Lígia Carneiro Moll.

Fonte: Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *