Jogadora que gritou Fora Bolsonaro é advertida pelo STJD do vôlei

Foto: FIVB/Fotos Públicas
Foto: FIVB/Fotos Públicas

A 1ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do vôley decidiu nesta terça-feira multar em R$ 1.000 a jogadora de vôlei de praia Carol Solberg. A penalidade foi convertida em advertência, o que permite que ela continui competindo.

Jogadora de vôlei de praia, Carol Solberg gritou “Fora Bolsonaro” durante a transmissão da decisão da medalha de bronze do Circuito Nacional da modalidade.

Antes do julgamento, a atleta se defendeu em postagem no instagram. “Manifestei minha opinião política. Exerci minha liberdade de expressão. Não feri nem desrespeitei nenhuma lei.”

Fonte: Com informações do UOL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *