Ludmilla é chamada de maconheira e criminosa por vereadora e rebate: ‘Olha o processo’

Imagens da cantora foram usadas pela candidata a vereadora Eliza Virgínia para ilustrar o vídeo de um discurso na câmara sobre auxílio emergencial para a cultura.
Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal
Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal

 

A cantora Ludmilla usou as redes sociais para rebater o comentário da candidata a vereadora em João Pessoa, Eliza Virgínia (PP), após ser chamada de maconheira e criminosa.

“Ué gente! Desde quando chamar alguém de maconheiro é xingamento? O que eu tenho certeza é que usar a imagem indevida de outras pessoas dá processo. Olha que dá, heinn”, defendeu a cantora.

A funkeira foi atacada por Eliza em uma discussão sobre auxílio emergencial para profissionais da cultura. Além de ter sido chamada de maconheira e criminosa, a pepista pediu a prisão da funkeira alegando que ela fazia indução e apologia às drogas. “Eu espero que esse auxílio seja destinado a verdadeiros artistas, e não por exemplo para artistas que ficam nus nos museus, não por exemplo para artistas que fumam maconha, como a maconheira da Ludmilla”.

A vereadora que tenta reeleição, ainda usou de um trecho da música da artista, em Venenosa, para criticar a cantora “Ludmilla, a sua máscara que vai cair”, ameaçou.

Em setembro a cantora processou o deputado federal Junio Amaral (PSL-MG) após ele a acusar de fazer apologia ao tráfico de drogas pelo videoclipe da música “Verdinha”. Segundo Leo Dias, a funkeira acusou o político de calúnia, injúria e difamação.

Fonte: Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *